sexta-feira, 11 de novembro de 2011

CASTANHAS

CASTANHAS

Geradas pelo castanheiro,
árvore da vida,
tu és a castanha Luz.
A vida é um ouriço
cercado de picos,
caiem ou espetam,
as carnes rasgam e
ficam cicatrizes…
Tu Luz vieste com o Sol,
Deus da Vida… Do Amor,
beijaste meu corpo e
limpaste minha mente
das palavras malditas…
Teu interior explodiu
aquando me cobrias…
Deixaste teu sémen,
miolo em saber e
minha pele rejuvenesceu…
És castanha… És alimento…
Sacias minha fome.

Fernanda Garcias 
2011 / 10 / 28

Sem comentários:

Publicar um comentário