quarta-feira, 2 de novembro de 2011

EU SOU COMO UM PÁSSARO

EU SOU COMO UM PÁSSARO

Eu sou como um pássaro
Voando sobre a tua cabeça e
Ganho altura
Quando ouço que tu suspiras e
Solto as asas da aventura.
No alto vejo a nobreza do teu olhar verdadeiro
E fico pairando como a vida conquistar primeiro.
O sol casa com o calor
O mar beija a tua terra.
E ao cair da noite
Teus braços abertos
Recebem em prata
Quanto do mundo esperas.
Eu sou como um pássaro
Voando mais alto
E de ficar mais pequeno
No teu olhar nada valho.
É a distância o que tenho
Valor do amor que te dou
É assim; sou como sou.
Chovem as primeiras gotas
Da época do meu Outono.
No Inverno que avisto
É mais lento o voar
Mas grato à vida fico
Poder contigo… chorar.
Eu sou como um pássaro
Livre no meu Olhar.
                              in  “Enigma”
                                            Luís Pedro Viana

Sem comentários:

Publicar um comentário