quinta-feira, 7 de julho de 2011

A NOITE VALE MAIS QUE O SOL

A NOITE VALE MAIS QUE O SOL
Quantas vezes nasceu o Sol antes de mim?
Estará a ficar cansado?
Então nasci eu!
Mas ao Mundo dei mais claridade?
Acho que não.
Porque  em cada passo faço sombra no chão,
Que varia durante o dia!
Mas se eu sou como o Sol,
Que a outros faz sombra!

O Sol dá o desgosto
De  quando  bate de frente
Faz sombra ao lado oposto!

Gosto mais da irmã do dia;
A Noite,
Que é mais democrática,
Mais igualitária,
A todos dá sombra, a rodos,
E  sendo preta
Não realça nenhuma silhueta!
É mais pacífica,
É mais para dormir!

O dia é mais vaidoso;
Faz sorrir se o Sol  na vida nos bate de frente,
Mas é cruel se até nos tira a pele!

Mas o Sol tem menos valor do que a noite;
A noite tem a Eternidade,
O Sol, apenas esporádica claridade!

Não sei se vos iluminei
Para a noite que vos espera!
Além do mais,
É na noite que há a vida eterna!

Silvino Taveira Machado Figueiredo
(o Figas de Saint Pierre de Lá-Buraque)
Gondomar

Sem comentários:

Publicar um comentário